O que fazer em Bariloche sem neve: Dicas e roteiros para a primeira viagem

Siga o Instagram com dicas atualizadas da Patagônia

Em nossa visita a Bariloche fomos explorar a cidade em pleno outono, quando as folhas estão com uma coloração verde escura, vermelho e tons terrosos. Não encontramos a tal “Brasiloche” do inverno, cheia de turistas brasileiros em busca de Ski e neve.  Bariloche é um destino incrível fora da temporada de inverno (além de ser maravilhoso no inverno também).

Apesar de ter ficado tantos meses sem turistas internacionais, Bariloche não parou de receber turistas locais. A cidade está em plena atividade.

O que fazer em Bariloche sem neve

Fomos na meia estação em busca de atrações turísticas diversas e encontramos muito mais que isso. Encontramos uma cidade encantadora e rodeada de uma natureza colorida e uma paisagem que mistura lagos, pinheiros, montanhas, cabanas de madeira e muita comida boa. Em cada estação Bariloche é uma cidade diferente para se descobrir, e já nos deixou com muita vontade de voltar!

O que saber antes de ir para Bariloche

O ideal é comprar um passeio por dia, para aproveitar ao máximo cada um. Se precisar de dicas de hospedagem, passeios, transfer ou de um Roteiro Personalizado ou uma assessoria online para sua viagem, teremos o máximo prazer em ajudar, contate por WhatsApp

Regras para entrar na Argentina

Dispensa de PCR das pessoas vacinadas para entrar na Argentina desde 29/01   Clique aqui para informações atualizadas e preencher a Declaração Juramentada

Até esta data (26/02) a documentação necessária é:

Quantos dias ficar em Bariloche

Mínimo de 4 dias inteiros. Máximo não tem porque a cidade é muito agradável. No entanto, 8 dias é um tempo suficiente para conhecer Bariloche, os principais passeios e alguns lugares ao arredor da cidade.

Como chegar em Bariloche

O aeroporto internacional fica a menos de 15km da cidade. Há sempre taxi, remises, onibus ou transfer para ir até o Centro ou seu hotel. Bem fácil se locomover.

Há voos diretos de São Paulo para Bariloche na temporada – 4h30 pela Latam, Gol ou Azul.

Caso contrário, há voos São Paulo Buenos Aires – 2h30  e Buenos Aires Bariloche – 2h (Aerolineas, Latam, Flybondi, Andes, Jetsmart)

Onde ficar em Bariloche

São muitas as opções de pousadas, hostels, hotéis e resorts/Cabanas. Um hotel bem localizado é muito importante.  Entre em contato que ajudamos a escolher de acordo com seu perfil.  Leia também o post Onde ficar na Patagônia Argentina – melhores hotéis

Hampton By Hilton (link)  A gente acorda cedo mas demora para sair do hotel.. Em Bariloche, o Hampton by Hilton tem uma das melhores localização. Tudo ao redor, comércio, centro cívico, serviços, excursões, etc. E dentro do hotel, restaurante, snack 24h, bar, uma cama maravilhosa, um banheiro moderno e quarto com tudo que a gente precisa.

Ficamos no Hampton em Abril, fora da temporada (304). O hotel é novo (e moderno) tem uma vista linda para o lago, café da manhã completo (com frutas frescas), limpo e muito bem equipado (ferro de passar, despertador, TV, amenities, cabides, cofre, mesa e cadeira para trabalho, cafeteira, chuveiro ótimo, banheiro com ótima iluminação no espelho, recepção prestativa e simpática, internet de boa qualidade e preço adequado. Gostamos de tudo e com certeza voltaremos.

Para famílias mais numerosas que precisam de apartamento, tivemos a experiência no Belgrano Decks. Se quiser mais informação, entre em contato.

Quanto dinheiro levar para a viagem

O cambio está favorável, mas você vai querer passear e comer bem, então calcule 100 dolares por dia para uma viagem bem confortável. Claro que pode ser mais ou menos que isso.

O câmbio na Argentina

Se você já pesquisou como está o câmbio na Argentina vai descobrir que não está fácil entender.  Eles estão trabalhando com o dolar oficial e o dolar “paralelo”.  Cálculos avançados para não sair perdendo muito dinheiro.     Em resumo, trocando seus dólares lá no centro da cidade, e pagando tudo em dinheiro vivo no local, você pagará mais barato.   Pagando no cartão de crédito,  seu banco usará o cambio oficial e você vai pagar mais caro.    Então leve dólares, troque no centro da cidade e pague tudo em dinheiro.  Não use cartão de crédito. Ou use o TransferWise, mas se informe na agência como transferir dinheiro e sacar lá em Bariloche.  (domingo não funciona)

Qual a solução para este caso…  Nossa sugestão é reservar o hotel pelo booking normalmente, você pagará mais caro, no entanto terá sua reserva confirmada, com conforto e segurança.  Se a propriedade aceitar pagamento em pesos no momento do check in (e você não chegar num domingo), você pode trocar seus dólares na cidade e pagar a propriedade. Caso contrário, pague com cartão.

Para os passeios, a mesma coisa. Porém…. atenção:  se você deixar para comprar tudo na hora, corre o risco de não ter disponibilidade. Então é o tipo de economia que não vale a pena, porque você não terá muitos dias na cidade. Reserve pelo menos alguns passeios com antecedência.   Separamos o site que tem o melhor preço de ingressos e tours.  Realmente uma ótima opção.  Clique nos links e reserve os passeios.

O que fazer em Bariloche sem neve

Roteiro: O que fazer em Bariloche em 5 dias

Antes de fazer a compra, se tiver duvidas quanto aos preços ou passeios, nos envie mensagem para o e-mail [email protected] ou WhatsApp

Roteiro: O que fazer em Bariloche em 8 dias

Roteiro pela Natureza

O que achamos dos passeios

Leia também

Circuito Chico

Bariloche com a belíssima vista do Cerro Campanário, parada que faz parte do passeio do Circuito Chico na cidade. A subida no teleférico vale muito a pena, pois a paisagem é realmente incrível!

Circuito Chico – percurso de 60 km com paradas em pontos de paisagens naturais de lagos e colinas. Para saber mais acompanhe o blog e entre em contato para nossos roteiros personalizados.

A excursão tem início na cidade e segue para o Lago Nahuel Huapi e Playa Bonita. De Playa Bonita, é possível avistar a Ilha Huemul. No Cerro Campanario há um teleférico que leva ao cume da montanha (1.050 metros de altura).

O circuito passa pela península de San Pedro e segue até a área de Llao Llao. A Capela de Santo Eduardo,o Puero Scarf, o lago Nahuel Huapi, fazem parte do passeio. A vista do Hotel Llao Llao com a Colina da Capela e Cerro Lopez é um cartão postal.

O passeio passa também pelo Lago Moreno, que liga o lago com a península de Llao Llao e o passeio termina passando pela Lagoa El Treboll e retorna para a cidade.

Dá para fazer por conta própria, mas é bem mais cômodo fazer com o tour. Circuito Chico + Colônia Suiça e Cerro Lopez

City Tour no centro

Catedral de Bariloche ou Catedral de Nossa Senhora de Nahuel Huapi construída em estilo neogótico entre 1942 e 1947. A Catetral é um destaque na cidade e lembra a de Gramado por fora. Vale muito a pena visitar e apreciar a arte dos vitrais que contam também parte da história da colonização da região.

O city tour que fizemos foi caminhando a pé pela cidade e foi muito interessante. Conhecer como surgiu a cidade e o turismo na cidade, como é a geografia da região, os points turísticos e os destaques de cada cantinho e estação, foi realmente muito interessante.

Tour grátis pelo centro + Cerro Catedral

Cerro Catedral

Não podia faltar a visita ao Cerro Catedral, o maior centro de Ski da América Latina. Mesmo na temporada sem neve, o passeio pelos Alpes vale a pena. Da pra ter uma ideia da grandiosidade da montanha, vento gelado e a vista do Lago Nahuel Huapi!!!

A vilinha que tem na base do cerro é um charme a parte. Existem inúmeras opções de hospedagem para quem deseja se hospedar por lá. As casas são em estilo alpino, várias opções de restaurantes e lojinhas super cool, até a feirinha com produtos feitos na região. Muitas opções de esportes de neve e diferente níveis de dificuldade para todas as idades. Com certeza é um programa para a família inteira e grupo de amigos pois é divertido esquiar e brincar na neve.

Estrutura do complexo é excelente com muitos restaurantes para todas as refeições.

Teleférico Cerro Otto

No inverno, a vista é linda e a neve é a atração.  Fomos  em Abril e com clima ótimo para conhecer o Complexo Turístico Teleférico do Cerro Otto todo e sem fila.  O Cerro Otto fica próximo ao centro da cidade de Bariloche.

Tem ônibus gratuito saindo do centro da cidade em horários pré definidos e dois kiosques na cidade que vendem os ingressos. O local é voltado ao público que vem à cidade com família e crianças.  Todas essas informações estão no site @telefericocerrootto

Quando você compra o tíquete de acesso ao teleférico, você terá acesso ao topo do Cerro Otto, a subida demora 12 minutos e a vista é incrível. Lá em cima há um museu, uma cafeteria giratória, snack bar, uma tirolesa, ponte e labirinto para as crianças além de deck panorâmico, funicular e loja de souvenirs.  No inverno, há uma área ótima para brincar na neve e fazer bonecos e aluguel de trenós para os pequenos e caminhada com raquetes.  Em qualquer época do ano, é possível fazer um trekking também pela montanha.

O teleférico é mantido por uma fundação que reverte parte da bilheteria para obras sociais.

Complexo Turístico – Teleférico Cerro Otto    Importante: para ter acesso ao Teleférico do Cerro Otto, é necessário comprar esse ingresso diretamente na bilheteria própria deles no dia do passeio. Fique atento porque nenhuma agência inclui esse ticket no tour.

https://www.telefericobariloche.com.ar/actividades-en-el-teleferico-cerro-otto/exterior

Confiteria Giratoria 360 do Cerro Otto

Avenida de Los Pioneros Km. 5 | Cerro Otto, San Carlos de Bariloche R8400BIA, Argentina

A Confiteria Giratória é bem famosa e tomamos um café muito gostoso. Recomendo.  Na alta temporada as filas são grandes, tanto para o teleférico como para a Confeitaria, mas tem a opção do snack bar para um lanche mais rápido.

Quem nunca teve a experiência de um restaurante giratório, sem dúvida vale a pena a experiência. Há duas velocidades, uma mais lenta e uma mais rápida, mas ambas são bem tranquilas. Quem tem labirintite pode ir no Snack Bar que não gira. Para os demais, aproveite!

Os preços são normais e tem bastante variedade no cardápio, desde pratos completos a lanches rápidos. Cafés, petiscos, doces… A volta completa leva 20 minutos e a vista é incrível. Fomos em Abril no final da tarde e não havia fila. Na alta temporada é muito concorrido, tem que ter paciência para a espera. Tomei o Café Cerro Otto e comemos o Bolo Catedral. Tivemos um ótimo e simpático atendimento.

Navegação pela Isla Victoria y Bosque de Arrayane

A navegação no lago Nahuel Huapi para Isla Victoria y Bosque de Arrayanes leva a paisagens incríveis e únicas da Patagônia. O passeio inclui paradas em duas ilhas, a Ilha Victoria e o Parque Nacional Los Arrayanes. O passeio é para todas as idades e não exige esforço físico. O nome Nahuel Huapi vem do Mapuche, que significa “ilha do tigre”. Você desfruta as lindas vistas enquanto navega pelo lago. Há cafeteria a bordo, toaletes, serviço de fotos e lojinha. Os guias a bordo explicam a história da região.

Você pode ir de carro, taxi ou comprar a excursão completa. Os horários: 14hs – Saída do catamarã e 18:40 – Retorno. O Tempo de permanência em Ilha Victoria é de 1:10 hora e o Tempo de permanência no Bosque de “Arrayanes” é de 45 minutos.

O dia estava lindo e as paisagens são maravilhosas.  O tempo passou rápido.  É importante chegar com um pouco de antecedência para não ficar na fila para pagar a entrada do parque.  Há estacionamento no local e o Porto Panuelo tem boa infraestrutura de lojas, restaurante e banheiros. (para antes de embarcar e no desembarque). O Barco também possui toaletes e cafeteria.

Na primeira parada, há opção de seguir o guia ou de ir na prainha.  Antes de chegar na segunda parada, os guias deixam você alimentar as gaivotas e fazer fotos. Os guias explicam (em espanhol) um pouco da história do local enquanto o barco faz o trajeto.   Na 2o parada no bosque, fazemos uma caminhada sem guiada.   Se o tempo estiver bom, pode fazer o trajeto tanto na parte de dentro como na parte de fora do barco.  Vale muito a pena o passeio e é uma linda forma de conhecer a Isla e o Bosque.   Compre com antecedência o passeio (tanto pelo site como no centro de Bariloche).

Ao redor de Bariloche

Um passeio famoso é visitar a Villa la Angostura e San Martin de Los Andes, de carro ou excursão. Para quem tem mais tempo, vale a pena se hospedar em San Martin de Los Andes porque são 400 km de rota.

Há um aeroporto em San Martin que recebe voos na temporada. É um destino de neve também para os mais esquiadores.

O passeio consiste em: sair de Bariloche pela famosa Rota dos Sete Lagos, parando nos mirantes, até chegar na Villa La Angostura. A cidade é linda e no outono as árvores ficam vermelhas, lindas. As casas e lojas são de madeira.   Segundo o passeio pela Rota dos Sete Lagos, passa-se pelos lagos Correntoso, Espejo, Escondido, Villarino, Falkner, Hermoso e Machonico. A rota é linda e atravessa florestas e e montanhas, algumas já com picos nevados.

Rota dos 7 Lagos

Rota dos 7 lagos faz parte da Rota 40, estrada que corta a Argentina de norte a sul.  A Rota dos 7 Lagos é o percurso entre San Martin de los Andes e Villa La Angostura, em Neuquén.
Nesta rota cruzamos dois parques nacionais, o Lanín e o Nahuel Huapi para ver os 7 lagos que são: Lácar, Machónico, Villarino, Falkner, Escondido, Correntoso e Espejo Grande.
No trajeto também vemos os lagos Hermoso, Traful, Espejo Chico e Nahuel Huapi.

Rota dos 7 Lagos  (da Villa La Angostura e Villa Traful até a cidade de San Martín de Los Andes – 108 km)

Villa La Angostura

A cidade fica no Parque Nacional Nahuel Huapi. É uma das paisagens mais bonitas da Patagônia que sempre aparece nas fotos.  As construções são em estilo alemão, com comércio, restaurantes, áreas para descanso e atividades na água. É cercada de muita água cristalina, vales e bosques.

Foto @turismovla

O Cerro Bayo é o centro de ski mais importante da região e fica a 10 km do centro.  A trilha no Cerro Belvedere (3km até o topo) é um dos passeios mais procurados. Há muitas cabanas e hospedagens em Villa La Angostura.

San Martin de Los Andes

De Bariloche, até San Martin de Los Andes ida e volta e parando nos lagos, são cerca de 400km. Passeio de um dia que pode ser feito de excursão ou aluguel de carro no verão. Para o inverno, é preciso se preparar para dirigir na neve. San Martín de Los Andes fica às margens do Lago Lácar.  Fica a 45 km da fronteira com o Chile.

A Aerolíneas Argentinas anunciou que operará mais um voo a partir de São Paulo, agora atendendo San Martin de los Andes durante o inverno.  San Martin de los Andes

Outros passeios

Onde Comer em Bariloche

Para os amantes de carne, o cervo e o javali, além do cordeiro patagônico são as especialidades da região. O Goulash com Spaetzle também, e serve inclusive no Giratório. Há muita oferta de Trutas da região nos restaurantes. No Jauja já trutas boas e na Cervejaria Blest também (além da cerveja)

Para quem quer experimentar tudo, pode variar nos sabores dos recheios das empanadas. A Carpesse é uma dica também.

OLllao Llao além de ser um hotel 5 estrelas tradicional, tem um famoso chá da tarde e jantar elegante para não hospedes. É importante reservar com antecedência.

  • Restaurantes

La Fonda del Tío – Rua Mitre 1130

Alto del Fuego – Rua 20 de Febrero 445

El Boliche de Alberto – Av Bustillo 8800

Rincón Patagonico – Av Bustillo 14000

  • Chocolates e Sorvetes

Mamuska

Rapa Nui

Havanna

  • Cafeterias
  • Cervejarias  

Onde “beber” em Bariloche

Um destaque separado porque Bariloche é a casa de grandes cervejarias, então não poderia faltar. Inclusive o passeio @barilochebeerexperience é voltado a um tour por cervejarias. O que é bem legal já que “se beber, não dirija”.  Clique aqui para ler mais

  • Bariloche está a 130 km da capital do Lúpulo.
  • Blest e Manush no Km 4
  • Gilbert e Patagonia no Circuito Chico
  • Bachmann e Antares e Berilina no centro

Planejamento: Aluguel de Carro vale a pena? Como circular

Um carro 4×4 é ideal para percorrer as estradas, ou um carro compacto se preferir ficar circulando pela cidade.  As estradas na Rota dos 7 Lagos e San Martin de Los Andes estão muito boas.  Um carro compacto é suficiente para Bariloche sem neve.

Consulte as condições de tempo antes de ir e caia na estrada. Clique aqui para fazer a cotação de aluguel de carros em Buenos Aires e Ushuaia com a Rentcars 

As paisagens são lindíssimas e esse trecho faz parte da tão sonhada Rota 40 que liga a Argentina de Norte a Sul.

Há bastante oferta de Transfers, City Tours, Taxis e aluguel de carro.  Entre em contato se precisar de ajuda. Depende exclusivamente do seu estilo e perfil de viajante.  (e a questão de dirigir na neve, que pode ser complicada mesmo para quem ama dirigir)

Roteiro Personalizado para Bariloche

Planejar um roteiro considerando os principais pontos turísticos, as distâncias, os custos, seus interesses e dos acompanhantes, os horários de funcionamento, os ingressos… toma bastante tempo.
Por mais que seja uma delícia planejar uma viagem, nem sempre conseguimos planejar tudo com antecedência e buscar todas as informações atualizadas. Essa é a importância de um roteiro personalizado! Evitar economizar tempo e desfrutar ao máximo a viagem.

Podemos preparar um Roteiro personalizado para vários destinos que conhecemos bastante – Day by Day baseado na nossa experiência e de agências locais, com dicas de hotel, restaurantes e passeios. Nosso roteiro personalizado dia a dia é uma programação sob medida para você.

Para roteiros personalizados inclui uma proposta de itinerários com:
– Sugestão de hotéis caso ainda não tenha reservado
– Sugestão de locais a serem visitadas
– Passeios românticos para casal ou crianças
– Sugestão de meio transporte em cada etapa
– Guia com dicas para sua viagem
– Programação diária conforme perfil e interesses
– Sugestões de passeios, lojas e restaurantes
– O roteiro é entregue em formato digital em pdf.

Entre em contato se precisar de dicas de hospedagem, passeios, transfer ou de um Roteiro Personalizado ou uma assessoria online para sua viagem, teremos o máximo prazer em ajudar, contate por WhatsApp

Planejamento: Seguro viagem

O seguro viagem na Argentina não é obrigatório, mas, em boa parte dos países de lá, turistas não terão acesso a um sistema gratuito de saúde.

Em situações como essa, é recomendado contratar um seguro viagem, que inclui garantias para emergências médicas.

Muitos viajantes questionam se o seguro viagem para os países da América do Sul é obrigatório. Apesar de apenas a Venezuela e o Equador solicitarem o seguro viagem para entrada, é sempre importante você contratar, independente do destino.  Opte pelas opções com cobertura COVID-19  (clique aqui)

Fique atento também a cobertura mínima que deverá ser contratada. No caso da Venezuela, a cobertura do seu seguro deverá ser de, pelo menos, USD 40.000 para despesas médicas hospitalares. Já o Equador não estabelece um limite mínimo, apenas ressalta que a cobertura deve ser válida para todo o período de estadia no país. Porém recomendamos sempre contratar a cobertura mínima de USD 30.000 a USD 40.000.

Seguro Viagem com cobertura Covid (faça a cotação aqui)

A Assist Card é uma das maiores seguradoras do mundo com mais de 50 anos e presença em mais de 200 países. É a única a garantir 100% de assistência para COVID. Clique aqui para fazer a cotação com Assist Card.  Tem cupom de 15% de desconto. Por exemplo, se você pretende aproveitar ski ou montanhismo, é recomendado contratar um seguro com cobertura para prática de esportes.

Planejamento: Internet

#InternetnaPatagonia  Desta vez usei omeuchip .  Funcionou super bem desde Buenos Aires até Bariloche e depois El Calafate.    Meu celular é dualchip, então tive que tirar os dois e deixar só o novo e ativar o roaming (se não fizer isso não funciona).  O valor compensou pela tranquilidade. Testado e aprovado, tem link no blog e na bio e desconto de 15% com o cupom “descontompm” no  link  omeuchip. Tem que calcular o tempo de entrega pelos correios.

Sempre perguntam se vale a pena o chip.  Eu acho que vale, não preciso ativar plano mensal extra para internet limitada, não preciso ficar perdendo tempo da viagem para comprar chip local e adivinhar como configura.  Tenho comprado o chip para todas as viagens há vários anos e estou muito satisfeita.

Use os links do blog para nos ajudar a continuar dando dicas gratuitas para os viajantes.

clica aqui para ir direto para o link.

Planejamento: Transfer de chegada e partida

Se não quiser pensar muito nem se preocupar, já agende o transfer Transfer in & out

Tem taxi no aeroporto, mas depende do horário de chegada de seu vôo e da quantidade de pessoas chegando na mesma hora. Para voltar, tem que agendar com bastante antecedência se o seu voo for fora de horário comercial.  A cidade é turística, mas ao mesmo tempo, comparada com São Paulo, é uma cidade pequena e não tem todas as facilidades de serviços em todos horários.

Caso você chegue num domingo, também terá dificuldade para encontrar casas de câmbio abertas e alguns comércios.  Há cafeterias que abrem em horários reduzidos, e as empresas turísticas também não necessariamente ficam abertas no domingo para você comprar seu passeio.  Recomendo já ir com os ingressos principais comprados.

Compras em Bariloche

Há muito comércio, lojas e lojas de aluguel de roupas. Há pequenos shoppings (galerias). Os preços são normais. Nem caro nem barato.

Escala em Buenos Aires? Clique aqui

Clique no banner para ir para a loja de Decathlon


Roupas de inverno para crianças – dicas para quem viaja com crianças(Abre numa nova aba do navegador)

 

 


PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO

🏨BOOKING.COM Veja melhores tarifas
🏨Hoteis.com
🏠 Guias de Viagem PDF - Campos do Jordão, Penedo, Foz
🎟️GRUPOS PARA DUBAI
🎟️GRUPOS PARA PATAGONIA
📱CHIP INTERNET ILIMITADA em 240 países
🚘ALUGUEL CARRO - cotação com várias empresas
🚌Compre sua passagem de ÔNIBUS
✈️ PASSAGENS aéreas em promoção
🎡Ingressos, tickets, passeios e transfer - cupom: MARIUNIVERSAL.
🚑SEGURO VIAGEM - cotação com várias empresas.
🎫PASSEIOS E EXCURSÕES Get Your Guide
🎟️INGRESSOS PARA JOGOS, SHOWS E TEATRO - EUA

 

Instagram @maripelomundo.blog    Facebook Mari Pelo Mundo

Dúvidas, solicitações e sugestões E-mail: [email protected]

Compartilhe esta página..
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Comente pelo Facebook

comentario(s)

Seguir Mari pelo Mundo:
As colaboradoras e as Friends Connection de Mari Pelo Mundo compartilham o olhar e as experiências, contribuindo com o planejamento de viagens de pessoas que adoram se jogar nesse mundo.