Roteiro combinado pela Suíça: Quais cidades conhecer e onde ficar

Planejando a viagem para a Suíça

NESTE MOMENTO A Suíça foi um dos primeiros países da Europa a abrir para Brasileiros (totalmente) vacinados pelas vacinas aprovadas pela OMS. Utilize  plataforma ConecteSUS para emitir seu certificado digital de vacinação.   Lembrando que a Suíça não faz parte da comunidade europeia, a melhor opção é voar direto para a Suíça e fazer uma viagem mais completa dentro do país.

A Suíça é um país lindo, pequeno e com muitas culturas concentradas.  Eu gostei muito da Suíça. As cidades são bastante diferentes umas das outras.  São paisagens incríveis nas quatro estações do ano e uma mais bonita que a outra.

Não é tão turístico e agitado como Paris , nem tão confortável como Lisboa, mas definitivamente vale a pena conhecer.

Os trens, aeroporto, horários, luxo, chocolates, tudo conquista. É caro. Tanto para Brasileiros como para Europeus, no entanto, não é mais caro que Londres e Escandinávia. Ou seja, é uma viagem que deve ser planejada com antecedência para que se possa aproveitar ao máximo.

A Suíça no inverno é para amantes da neve, ski e das paisagens brancas. O resto do ano, é um lugar para desfrutar a natureza, os lagos, os esportes, as cidades lindas e a boa comida.  Adorei Zurique, acho que vale a pena ficar pelo menos duas noites por ali antes de seguir viagem.  As cidades menores são encantadoras e uma semana na Suíça é pouco!

E tem muita vida também. Há feiras e festas típicas e muitas crianças também.

Como chegar e como se locomover na Suíça

Há voos diretos do Brasil e com bons horários.  O voo da Swiss Airline é direto (Zurich) e é a melhor opção neste momento. São seis voos semanais saindo de Guarulhos/SP.  Há assentos executivos (Premium economy) no voo da Lufthansa com mais espaço, serviços diferenciados e bom custo benefício.

Em uma semana é possível conhecer muitas cidades na Suíça alugando um carro. É fácil dirigir por lá embora o Swiss travel pass seja uma boa opção.

Entre em contato se precisar de indicação de agência e pacotes, ou dicas específicas e roteiros. Entre em contato conosco pelo link do WhatsApp.

No entanto, se estiverem em família ou com filhos, o carro é uma opção muito confortável para levar as malas, não depender de horários.  No inverno, o carro é bom apenas para os que estão acostumados a dirigir com neve.

Unterwegs im Mazda MX-5 Sondermodell “Million Stars” auf der Grand Tour of Switzerland am Furkapass.

Como é um país caro para os padrões brasileiros, alugando um carro, é possível comprar lanches e economizar algo entre um passeio e outro.  No entanto, não economize nos chocolates, queijos e boa comida.

Em uma semana, eu conheci Zurique, Berna, Lucerna, Lausanne, Basiléia e Friburgo (carro).    Em outra viagem, saindo da Itália, conheci Lugano (trem) e em outra, saindo da França, conheci St Moritz (trem).   O destino é lindo e vale a pena viajar para lá muitas vezes.

Minha recomendação neste momento:  comprar passagem, hotel e seguro em uma única agência de viagem.  O restante você pode ir montando por conta própria.  Indicamos uma agência e guias se precisar.

É fácil viajar dentro da Suíça por que há o Swiss Travel Pass de 1 a 6 dias, que inclui todo o transporte público (trem, barco, ônibus…) .  Há muitas opções de bate e volta sem custo adicional para quem tem o Swiss Travel Pass.

A Suíça tem uma região francesa, uma alemã, uma italiana e uma flamenca. É um caldeirão de culturas.   No entanto, a maioria fala inglês (além de Português devido a grande comunidade Portuguesa que mora na Suíça.. então arrisque perguntar se o atendente entende português).

Informações gerais

Brasileiros não precisam de visto para entrar na Suíça para estadias inferiores a 3 meses. O requisito é ter passaporte válido por três meses após a data de regresso da Suíça.    Como a maioria dos países pede passaporte com mínimo 6 meses de validade, leve isso em consideração também.   Os passaportes deve ter sido emitidos nos últimos 10 anos.  Confira sempre as informações atualizadas no Consulado www.swissemb.org 

A Moeda da Suíça é o franco suíço (CHF). Nem sempre os locais aceitam Euros. Talvez alguns próximos a fronteira em pontos turísticos.  (Em Lugano, a sorveteria aceitou meu pagamento em euro, mas o restaurante não. Tive que fazer o pagamento em cartão de crédito + taxa de IOF)

Clima em geral nas cidades – de janeiro a fevereiro, a temperatura é de -2 a 7 graus. De Julho a agosto é de 18 a 28 graus.  Na primavera e outono, a temperatura é de 8 a 15 graus.

Feriados importantes: 10 de Maio – Ascenção, 21 de Maio Pentecostes, 01 de Agosto Dia Nacional da Suíça, 26 de Dezembro, Boxing Day.  Dia do Trabalho, Ano Novo, Corpus Christi e Natal seguem igual ao Brasil.

Winter Aerial der Stadt Zuerich um die Quaibruecke Richtung Innenstadt.

Quanto custa viajar para a Suíça

Não vou mentir. Não é barato.  No entanto, não é muito diferente de outras viagens para a Europa. É possível gastar muito (hotel de luxo e restaurantes) ou gastar pouco (hostel e comidinhas rápidas e mercados).  Para ter uma noção de quanto vai custar uma viagem com carro, refeição em restaurante e um hotel categoria turismo.

  • Preços médios (da internet)

Aéreo por pessoa (sem promoção) R$ 3.000,00 x 2 = R$ 6.000,00

Hotel 6 dias com café da manhã (casal – setembro – hotel 3 estrelas) R$ 4.500,00

Alimentação diária em restaurante – Almoço (35CHF), Jantar (50CHF), café (5CHF) e vinho (10CHF) = 200 CHF dia para o casal =  R$ 1.100,00

Aluguel de carro – R$500,00 dia = R$ 3.000,00

Total para 6 dias para um casal = R$ 20.100,00

  •  Pacotes de agência

É possível encontrar pacotes promocionais caso tenha mais flexibilidade com o voo, datas e hotel.    Entre em contato conosco pelo link para indicação de agência

Zurique – o ponto de partida

O voo chega em Zurique – A maior cidade, no entanto, são 400 mil habitantes apenas – e portanto vale passar uma ou duas noites na cidade para conhecê-la melhor.   Uma dica, reserve hotel com antecedência. Eu me lembro de ter que trocar de hotel no meio da estadia porque nenhum da categoria tinha disponibilidade para todos os dias na sequência.

Zurique é uma cidade grande e muito gostosa de caminhar.  Tem bons restaurantes e é tudo organizado.  No verão, Zurique é um “parque aquático” urbano com 30 pontos a beira do lago para banhar e 20 piscinas ao ar livre. A maior da Europa nesse aspecto.  Tanto o Lago Zurique como o Rio Limmat com vista para os alpes, são piscinas maravilhosas.

Há vários restaurantes a beira do lado, como o Landgasthof Halbinsel Au e o Fischer Fritz, o Quai 61, o Fischstube e o Lake Side que além dos peixes frescos, tem linda vista romântica para o lago e as montanhas. Uma dica dos locais é o Ziegel au Lac que fica no prédio de uma antiga fábrica, também junto ao lago.

O cruzeiro no lago Zurique é um passeio legal para se fazer na primavera e no verão. Vai até Rapperswil.  Há barcos modernos e barcos nostálgicos a vapor que partem do pier principal da Burkliplatz.

No inverno, a cidade também é bonita e os distritos Kreis 4 e 5 (Zurich West) são os points para arte, design, gastronomia, compras e música. A parte descolada da cidade. Há clubes, bares e lugares para curtir a noite.

O Museu Mundial de Futebol da FIFA é um dos mais de 50 museus existentes em Zurique.

Winter Aerial der Stadt Zuerich um die Quaibruecke Richtung Innenstadt.

Cidades para visitar na Suíça

Zurique e Genebra são as duas cidades mais importantes na Suíça.  Genebra – Segunda maior cidade e famosa por ser sede das Nações Unidas e Cruz Vermelha. Tem vista para o Mont Blanc e é rodeada pelos Alpes.

Porém, são várias cidades lindas para se conhecer.

Cidades de inverno:

  • Zermatt
  • St Moritz
  • Interlaken
Zermatt

Roteiros Combinados pela Suíça

Ficam aqui algumas dicas de como conhecer várias cidades em uma única viagem fazendo roteiros combinados pela Suíça.

1. Roteiro de um dia – bate e volta:    Zurique – Lucerna ou Zurique – Basileia

Recomendo. Fiz e gostei.  Depois de vários dias de muita estrada, Lucerna ficou para o final, justamente por ser pertinho.   De Zurique a Lucerna são 52 Km. Em menos de uma hora você chega na cidade e pode conhecer a famosa ponte das fotos e fazer uma caminhada tranquila pela cidade.

Há trem ou ônibus caso não esteja de carro.  Na cidade você pode visitar a parte antiga (Aldstadt), a ponte da Capela (KapellBrucke), a ponte Spreuer, a Muralha e Torres Musegg, e a estação de trem Hauptbahnhof.

Não deixe de visitar em Lucerna o Museu do transporte Suiço, o mais visitado do país.  Para os amantes da música, o festival de Lucerna tem mais de 80 anos e cerca de 110 mil pessoas viajam para Lucerna justamente por causa dos festivais. www.lucernefestival.ch 

Algo não tão popular para nós, mas bastante famoso por lá é o Burgenstock, O caminho ao Monte Burgenstock leva ao elevador Hammetschwand Lift, o maior elevador ao ar livre da europa, que faz 152 metros em um minuto.

 

Outro bate e volta bem legal também.  Recomendo, embora um pernoite para visitar algum dos museus teria sido melhor. De Zurique a Basiléia são 87 Km pela A3.  Pode ir de trem ou ônibus também. A Basileia fica na fronteira com a França e a Alemanha.

O centro histórico é medieval e a Marktplatz é um ponto de visita. A Catedral gótica do século XVI é outro ponto importante da cidade. São mais de 40 museus e é a capital cultural da Suíça. Então se quiser explorar essa parte, fique pelo menos um dia a mais.   O Rio Reno corta a cidade, então conheça as duas margens também.

2. Roteiro de inverno – Várias cidades: Interlaken, Monte Titlis e Verbier

Interlaken: Jungfraujoch é a estrada de ferro mais impressionante da Europa. O trem passa pelas rochas do Eiger e Monch – são 3454 metros acima do nível do mar. Vista de 360 graus para as gelerias e um Palácio de Gelo, Snow Fun Park e o Lindt Swiss Chocolate Heaven são algumas das atrações.  O ICE MAGIC é uma pista de patinação no gelo no centro de Interlaken.   Para os esquiadores, são mais de 200 quilômetros de pistas e 100 km de trilhas marcadas para caminhadas.  o EigerRUN é uma pista de trenó em Grindelwald que funciona de noite também (de Alpiglen a Brandegg).

Monte Titlis:  É o paraíso do esqui e do snowboard. No inverno há o Snow Experience Park e muitas atividades de inverno para a família. Vai de dezembro a abril. A vida noturna em Engelberg também é o diferencial da região.  E Lucerna tem um carnaval no inverno, que é um dos mais famosos e divertidos da Suiça. O pessoal se junta na praça, com fantasias e muita música.

Verbier: Para os mais radicais, Verbier tem a descida de heliski. Um passeio de helicóptero seguido de uma descida de montanha.  Esse eu não faço, mas quem curte, aproveite! Há também o skitouring ou apenas uma descida calma de parapente…..    Se essa não for sua praia, tem também as caminhadas noturnas com raquetes de neve e o Fondue nas montanhas com vista para Mont Blanc e Matterhorn. Mont Fort é o ponto mais alto dos 4 Vallées e tem 410 km de pistas.

ou  St Moritz – Zermatt

São várias as opções de inverno.

Zermatt foi premiado como melhor resort de Esqui de 2020.  Fica a 214km de Zurique e você pode passar por Lucerna no caminho. Zermatt, fica no cantão de Valais e é uma cidade turística de montanha ótima para esqui, escalada e trilhas. Fica a 1.600 m de altitude, ao pé da montanha Matterhorn. O famoso “Toblerone”. Há muitas lojas, hotéis, restaurantes e atividades pós-esqui.

St Moritz foi um lugar inesquecível para mim. A cidade é de fácil acesso para quem vem da Itália. Fica a 203 km de Zurique ou a 176 Km de Milão. St Moritz é uma estância de luxo no vale Engadina. Foi duas vezes sede dos Jogos Olímpicos de Inverno.  Possui percursos de trenó em gelo natural, pista de gelo olímpica lago para pólo, críquete e corridas de cavalos no gelo. Ou seja, a cidade é perfeita para esportes de inverno, mas também tem um centro agradável e é linda.  Você pode ficar tanto em um hotél a 800 euros a diária como em um hostel a 100 euros. Tudo é possível.

St Moritz

3. Road trip: Berna – Friburgo – Lausanne – Genebra

Em Berna você pode nadar no rio Aare, visitar a cidade que é protegida pela UNESCO e aproveitar o Rio Marzili, segundo os locais, um dos mais lindos do mundo.  O queijo Emmental é da região. Há passeios organizados de bicicleta, que voce pode alugar e também pode conhecer a Kambly, a marca mais famosa de biscoitos.

Friburgo, quando cheguei, descobri que é cidade gêmea de Nova Friburgo aqui no Brasil pela história da imigração Suiça. É uma cidade inclinada, mas muito fofa para uma caminhada.  Se for pernoitar no percurso, é uma opção mais calminha.

Lausanne: Desde 1967 a cidade recebe o Montreaux Jazz Festival.  A geleira 3000 é uma experiência de verão. Saindo de Montreux Riviera, sobe-se de trem e teleférico. Lá em cima, pode-se passear no Twin Peaks, a ponte suspensa mais alta do mundo. Tem tobogã, esqui e snowboard.   Saindo de Montreux, de maio a outubro, o trem do chocolate vai até gruyeres e passa por Cailler Nestrle.  Já o trem de queijo funciona no inverno de janeiro a março, e circula de Montreux a Chateau d´Oex.  Há também o trem do vinhedo do Lavaux, patrimônio Mundial da Unesco.

Genebra: Vinhedos e Bicicletas são opções de passeios no verão. Há também o festival de Musica que acontece no Hotel de Ville, no Estadio e no Parque. Um dos passeios bonitos em Genebra é conhecer o Monte Saléve. Todos os anos, Genebra sedia a maior regata de lago da Europa, a Bol d´Or Mirabaud. Um evento espetacular.

Berna

4. Lagos da Suíça:  Constance (Bodensee), Genebra, Lucerna, Lugano, Maggiore e Zurique

Se quiser conhecer os lagos e desfrutar umas férias a beira mar, estas são os principais lagos da Suíça. Ficam nas principais cidades, então certamente você vai unir cidade e lagos.

Os Suíços costumam ir para Lugano porque é uma cidade Suíça “mais italiana”. Os preços são melhores e os Gelatos são tipicamente italianos. A cidade fica no Cantão Italiano da Suíça e é uma mescla dos dois países, assim como o Lago Maggiore também.

O Lago Constança – Bodensee, em alemão – está localizado na Europa Central e faz fronteira com Alemanha, Áustria e Suíça. (breve mais informações)

Onde se hospedar?

Mesmo com roteiros combinados, o ideal é não trocar de hotel em cada cidade para não ser cansativo.  Uma dica é ficar duas noites em Zurique, duas noites em outra cidade e um pernoite em outra no retorno.

Reserve o hotel pelo nosso Link do booking (ou indicamos uma agência). Entre em contato conosco pelo link do WhatsApp. Reservando pelo link você ganha do blog um roteiro combinado pela Suiça com dicas da cidade.

Hotéis e Roteiro em Lugano

Hotel Splendide Royal

Também fica perto do centro. Um hotel com mais glamour e na beira do lago. Fundado em 1887 e com características da virada do século, é o hotel mais elegante de Lugano e está localizado na rua principal às margens do lago da cidade.  Aceita pets e crianças são bem vindas (cama adicional é cobrada)

Foto (booking.com)

(clique aqui para reservar um quarto)

Hotéis em Zurique


Booking.com

Hotéis em St Moritz

Grand Hotel des Bains Kempinski (reserve aqui)

O Grand Hotel des Bains Kempinski é um luxuoso hotel 5 estrelas com uma rica tradição, localizado em St. Moritz, na cênica paisagem rural de Engadine. A propriedade oferece um grande spa em estilo alpino, além de academia 24 horas e 2 restaurantes premiados.

Gastronomia

Chocolates, queijos e vinhedos… qualquer uma das regiões que optar por ir, vai descobrir um mundo de sabores próprios.   Zurique, por ser mais cosmopolita, possui restaurantes mais inovadores. O primeiro restaurante escuro do mundo foi aberto lá. (Blindekuh) em 1999. Há muitos restaurantes ao ar livre para o verão e é também uma cidade que acolhe muito bem os veganos e vegetarianos. O restaurante vegetariano mais antigo do mundo fica em Zuirque, o Haus Hiltl, de 1898!!

Em praticamente toda a Suiça você vai encontrar ótimos chocolates. É uma tradição. Em Zurique é possível agendar uma visita a fábrica de chocolate Lindt ou tours dedicados ao chocolate.

Há muitos mercados e feitas onde se pode comprar produtos locais.  Em Genebra há tours gastronômicos. O Fondue é uma especialidade Suíça.

Wanderpaar beim Picknick unterhalb der Cascade du Day.

 

Reserve o hotel pelo nosso Link do booking (ou indicamos uma agência). Entre em contato conosco pelo link do WhatsApp. Reservando pelo link você ganha do blog um roteiro combinado pela Suiça com dicas da cidade.

 

Compre passeios GYG

Geneva
Lucerne
Interlaken
Canton Bern
Zurich
Zurich
Zurich
Zurich
Interlaken
Neuhausen am Rheinfall
Montreux
Montreux
Interlaken
Montreux
Lucerne

Dicas com crianças

A Suiça é um destino ótimo para ir com crianças.

  • Evite alta temporada. Caso não seja possível, faça passeios em horários alternativos e bairros menos concorridos.
  • Compre todos ingressos com antecedência e de preferência com prioridade na fila.
  • Fique em hotéis centrais para evitar muitos deslocamentos.
  • Leve sempre uma garrafa de água, chapéu, filtro solar e casaco.
  • Não deixe de viajar sem seguro viagem. É importantíssimo e imprescindível, principalmente se estiver com criança. Verifique as opções e valores e compre com antecedência. Clique aqui para cotar com a Seguro Promo – cotação de várias empresas de seguro (Mapfre, April, GTA, Travel Ace, Assist Card, Assist Trip, Intermac, Affinity, Assist Med). Mesmo para destinos no Brasil, caso seu plano de saúde não tenha cobertura nacional, consulte um dos planos de seguro saúde. Os valores são baixos e isso pode trazer mais segurança para sua viagem.
  • Viaje conectado para poder se comunicar com taxi, hotel e seguro e para poder usar os aplicativos de museus, passeios e mapas. (Veja as opções de chip e internet no exterior)

Leia também (reserve hotel com nosso link e receba um guia de viagem)

Booking.com

 

Planejando a viagem

Você tem duas opções – Planejar sozinho sua viagem ou comprar com assistência de agência. Em qualquer uma dessas hipóteses, se estiver viajando com crianças ou quiser um roteiro personalizado para ajudar no dia a dia ou indicação de agência para pacotes ou aéreo e hotel, nos avise. Envie mensagem para o e-mail [email protected] ou WhatsApp

Se quiser planejar sozinho, aqui no post há várias dicas e links dos sites oficiais de vendas de passagem, hospedagem e todos os serviços que você vai precisar.


PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO

🏨BOOKING.COM Veja melhores tarifas
🏨Hoteis.com
🏠 Guias de Viagem PDF - Campos do Jordão, Penedo, Foz
🎟️GRUPOS PARA DUBAI
🎟️GRUPOS PARA PATAGONIA
📱CHIP INTERNET ILIMITADA em 240 países
🚘ALUGUEL CARRO - cotação com várias empresas
🚌Compre sua passagem de ÔNIBUS
✈️ PASSAGENS aéreas em promoção
🎡Ingressos, tickets, passeios e transfer - cupom: MARIUNIVERSAL.
🚑SEGURO VIAGEM - cotação com várias empresas.
🎫PASSEIOS E EXCURSÕES Get Your Guide
🎟️INGRESSOS PARA JOGOS, SHOWS E TEATRO - EUA

 


Para fazer passeios guiados com guia brasileiro também podemos indicar um parceiro se vocês tiverem interesse. Envie um email para [email protected].

Deixe seu email para receber dicas de transfers e tours em Português na cidade. Por enquanto, minhas dicas são de  Dubai , Portugal (Lisboa, Porto), França (Paris e redondezas), São Paulo e Itália (Milão, Roma e redondezas)  Clique aqui. Agora já posso acrescentar mais um a lista: Roma. Estes transfers eu conheço, testei, gostei e são serviços de Brasileiros pelo mundo. Fácil de agendar, confirmar e pagar. Clique aqui para solicitar orçamento de transfer 


Passagens aéreas promocionais. Pesquise aqui sua próxima viagem! 

 

Clicando nos links da página você ajuda a manter o blog, não paga mais por isso, bem como tem a certeza de estar usando um link seguro.

 

 

Instagram @maripelomundo.blog    Facebook Mari Pelo Mundo

Dúvidas, solicitações e sugestões E-mail: [email protected]

 

Compartilhe esta página..
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Comente pelo Facebook

comentario(s)

Seguir Mari Christine:

Editora

Sou formada em Comunicação e Turismo. Adoro viajar pelo mundo ou através de filmes e livros. Não tenho problema de ir ao mesmo lugar milhões de vezes ou de não sair do hotel. Adoro planejar a próxima viagem!