9 Passeios imperdíveis em São Petersburgo

São Petersburgo vai receber o Brasil nos jogos da Copa do Mundo de 2018 no dia 22 de junho. E para quem está planejando uma viagem para ver a Copa de 2018 não pode deixar de conhecer essa belíssima cidade. Talvez a mais charmosa da Rússia, com seus castelos, a fortaleza de São Pedro e São Paulo, as pontes e diversas igrejas.

 

A cidade foi fundada no início de século 18 pelo czar Pedro, o Grande, que queria uma cidade sofisticada e bela como Paris ou Viena . Não é à toa que o Palácio de Peterhof é chamado de “Versalhes Russo”.

São Petersburgo é uma cidade para caminhar a pé e descobrir as belas construções e paisagens.

No verão são 23 horas de sol! Os jardins são floridos e as ruas repletas de gente aproveitando os longos dias!

É também uma das cidades mais requisitadas em junho e julho pelas noivas. Passeando pelos parques e pontos turísticos da cidade você certamente irá encontrar uma noiva e seu cortejo tirando fotos para eternizar o momento.

Os passeios que não podem faltar

1. A Igreja do Sangue Derramado

Erguer templos em homenagem a acontecimentos históricos é uma tradição russa. E a Catedral da Ressurreição de Cristo Salvador sobre o Sangue Derramado é uma homenagem ao Imperador Alexandre II, que morreu num atendado em 1881.

A arquitetura do templo segue o estilo russo de construções religiosas como a Catedral de São Basilio em Moscou. Uma construção lindíssima e impressionante.

 

2. Praça do Palácio e o Museu Hermitage

A Praça do Palácio ganhou esse nome no século 18 quando o Palácio de Inverno foi construído as margens do Rio Neva e se transformou na residência dos antigos czares russos.

A coleção de obras de arte que o transformaram num dos maiores museus do mundo se expande com a Imperatriz Catarina II. Ela ordenou a construção de um novo pavilhão para abrigar suas novas aquisições. Esse novo pavilhão ganhou o nome de “Pequeno Hermitage”.

 

O museu é gigantesco, e difícil percorrer seus 233 metros quadrados em uma única visita. Impossível ver toda a sua coleção que incluindo pinturas, esculturas, artefatos históricos somam mais de 2 milhões de objetos.

Um dos grandes destaques do museu, que me impressionou demais, é a Sala de Rembrandt. O Hermitage tem a maior coleção de obras do artista alemão reunidas num único local.

Mas outros grandes nomes da pintura também estão presentes. Van Gogh, Renoir, Degas, Matisse, Monet, Gauguin, Camille Pissarro, Alfred Sisley, e a lista continua. Para quem é amante da arte, o difícil é sair do museu!

 

3. Avenida Nevsky Prospect

Cortando a cidade numa linha reta a Avenida Nevsky é a principal via da cidade de São Petersburgo. E definitivamente vale a caminhada para ver a arquitetura, os canais, as lojas de grife, lojas de souvenires, bares e artistas de rua.

Na Avenida Nevsky está a Catedral de Kazan e no final da caminhada a Praça do Palácio e o Hermitage.

 

4. A Catedral de Kazan

A Catedral da Virgem de Kazan impressiona pelo tamanho. Construída entre 1801 e 1811, o arquiteto da catedral se inspirou na Basílica de São Pedro em Roma .

Durante o período soviético a Catedral funcionou como o Museu de História da Religião e do Ateísmo. Somente em 1992 voltou a ser utilizada como uma igreja e hoje é a principal catedral ortodoxa de São Petersburgo.

 

5. As pontes

Para a construção de São Petersburgo, Pedro, o Grande, imaginou da cidade com canais ao invés de ruas, assim como Veneza e Amsterdam. Assim durante os meses de verão os moradores deveriam se locomover de barco, e nos meses de inverno, quando o rio congela, poderiam se deslocar com trenós.

Mas as pontes se provaram muito mais fáceis como meio para se locomover. Por isso hoje existem 342 pontes nos limites da cidade de São Petersburgo, construídas em diferentes estilos, de vários tamanhos e em diferentes épocas.

Entre as mais famosas está a Palace Bridge que se abre para a passagem de navios.

A Bank Bridge, uma ponte de pedestre que tem sua estrutura de 1826 se destaca pelas estátuas de grifo com asas douradas.

Outra ponte de pedestre, a Four Lions Bridge, também se destaca pelas esculturas.

Na época do verão São Petersburgo convida para um passeio a pé pela cidade, atravessando suas pontes de diversos tamanhos e estilos.

 

6. Fortaleza de São Pedro e São Paulo

Marco inicial da cidade, o local da construção da Fortaleza de São Pedro e São Paulo foi escolhido por Pedro, o Grande, pessoalmente. O czar escolheu a pequena Ilha Zaiatchi por sua posição estratégica no delta do rio Neva, que corta a cidade de São Petersburgo.

A Catedral de São Pedro e São Paulo é o principal edifício da fortaleza. O campanário da catedral tem no topo a figura do anjo que é patrona da cidade, e na época de sua construção era a edificação mais alta da Rússia.

O interior da catedral é belíssimo e guarda inúmeros tesouros da época de Pedro o Grande.

 

7. O Palácio Peterhof

Se São Petersburgo foi idealizada por Pedro, o Grande como a Veneza do Norte, com seus canais, a residência imperial preferida do czar foi construída para se tornar o Versalhes da Rússia.

O Palácio Peterhof e seus jardins é um passeio obrigatório para quem vai a São Petersburgo. Distante aproximadamente meia hora da cidade o palácio de Pedro, o Grande é considerado patrimônio mundial pela UNESCO.

 

8. Catedral de Santo Isaac

A Catedral de Santo Isaac foi construída entre 1818 e 1858 e é a maior catedral ortodoxa da Rússia. Seu interior impressiona pelo luxo no uso do mármore em diversas cores, nas pinturas e mosaicos, esculturas em relevo e muito dourado por toda parte.

 

9. Noites Brancas

Entre os meses de maio e julho as noites ficam cada vez maiores em São Petersburgo. Até que a noite se resume a meia hora e parece um entardecer. Um fenômeno da natureza que faz com que as pontes, o rio Neva e vida “noturna” da cidade sejam especiais.

As ruas ficam cheias de moradores e turistas. Moradores que aproveitam o dia ao máximo, para depois curtir o longo e frio inverno. Turistas que ficam maravilhados com um dia tão longo, e com paisagens tão lindas.

 


Se você está planejando sua viagem para Rússia acompanhe as dicas dos próximos posts no blog. Confira também como ficar conectado durante todo o tempo com o chip da MySimTravel. Clique aqui para detalhes.

Para reservar e consultar os melhores hotéis clique aqui.


Gostou das informações que juntamos para você? Nosso post foi útil para seu planejamento de viagem?  

Então deixe o seu like ou um comentário, a gente gosta muita da interação com o leitor! Sua opinião é muito importante para nós e nos ajuda a melhorar ainda mais o nosso conteúdo!

Acompanhe nossas viagens pelo Instagram @maripelomundo.blog e na nossa página do Facebook Mari Pelo Mundo.

E se você está planejando sua viagem confira nessa página os links dos nossos parceiros e páginas para reservar seus hotéis, alugar carro, pedir seu chip de internet, fazer o seguro de viagem e comprar passagens aéreas. Para roteiros personalizados que detalham dia a dia sua viagem com sugestões dos melhores pontos a serem visitados nos consulte pelo e-mail: [email protected]

Cada vez que você contrata um serviço usando os nossos links está ajudando a manter nosso blog. Procuramos sempre trazer novos destinos e experiências vividas por nós que poderão contribuir para que a sua viagem seja ainda melhor.

 

 

 

Compartilhe esta página..
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Comente pelo Facebook

comentario(s)

Seguir Andrea:
Sou publicitária e amo viajar. Um grande objetivo: conhecer ao menos um lugar novo a cada ano. Trago aqui dicas e experiências que tive com essas viagens ao longo do tempo. Alguns lugares agora até se repetem, mas com a diferença de viajar na companhia do filhote pequeno.