Bairro da Liberdade e Museu Histórico da Imigração Japonesa: Férias em São Paulo

Post de 23/09/2017 atualizado em 15/07/2021

Bairro da Liberdade

O Bairro da Liberdade, além de ser o bairro japonês em São Paulo, é um ponto turístico e de compras.  Para entender a história do bairro, recomendo você ir ao Museu da Imigração – e por isso fizemos este post contando um pouco do Museu também.

Se já conhece a história e o Museu, vejas algumas dicas de passeios na Liberdade:

  1. Jardim Oriental
  2. Feira gastronomica e de artesanatos
  3. Hello Kit Cafe, 89 coffee station e wecoffee
  4. Palacete Conde de Sarzedas
  5. Igreja Santa Cruz das Almas dos Enforcados de 1887
  6. Livrarias
  7. Mercados Japoneses
  8. Templos Budistas
  9. Festas (janeiro Ano Novo Chines, Abril Festival das Flores, Junho Tanabata Matsuri, Dezembro Toyo Matsuri e Moti Tsuki Matsuri

Veja também o vídeo

Lojas e mais lojas

Desça na Praça da Liberdade e caminhe a Rua Galvão Bueno toda. Ali que estão as principais lojas.

Novidades em Café.  Além do WeCoffee, tem esses dois fofos que eu adoro!

Hello Kit Café

89°C Coffee Station

 

Museu Histórico da Imigração Japonesa

A Imigração Japonesa faz parte da história do Brasil e, principalmente da história de São Paulo. Fomos fazer um passeio pelo bairro da Liberdade com as crianças (8/9 anos ).

A visita ao Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil nos surpreendeu. Vale a pena incluir no roteiro quando estiver pelo bairro ou quando quiser conhecer mais sobre a Imigração Japonesa.

O Museu fica em três andares em um prédio próximo a estação de Metrô São Joaquim, muito fácil de chegar.

Não aceita cartão.. então vá preparada. Fui salva por uma última folha no talão de cheques.. mas acho que aceitaram por pura pena… Então não esqueça o dinheiro. Na data em que fomos, os valores eram Adulto 10,00 e crianças e idosos pagam meia (confira o valor no site).

Também não abre de manhã (De terça-feira a domingo, das 13:30h – 17:00h) Consulte o horário de abertura no site. Há restaurantes próximos e padarias, então se estiver fechado, aproveite para comer um yakisoba veggie ou tomar um café.

O Museu está muito bem organizado. No primeiro piso, a reprodução do primeiro navio Kasato Maru impressiona. As peças, conservação, descrição, iluminação, estão bem feitas e a visita agrada a todos. Há áudios e videos. Não é interativo, mas muito bom para crianças.

Há uma réplica de uma casa de imigrantes em tamanho natural e animais empalhados.

Muitas referências a cultura é trazida para o Brasil, aos produtos cultivados nas fazendas e às vestimentas.

Mais informações

http://www.museubunkyo.org.br/

O Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social, é o maior museu sobre a imigração japonesa.
Possui um acervo de mais de 97.000 itens pertencentes aos imigrantes japoneses. O Museu está localizado no bairro da Liberdade, dentro do prédio da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social, à Rua São Joaquim, 381, ocupando o 7°, 8° e o 9° andares.

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO

🏨BOOKING.COM Veja melhores tarifas
🏨Hoteis.com
🏠 Guias de Viagem PDF - Campos do Jordão, Penedo, Foz
🎟️GRUPOS PARA DUBAI
🎟️GRUPOS PARA PATAGONIA
📱CHIP INTERNET ILIMITADA em 240 países
🚘ALUGUEL CARRO - cotação com várias empresas
🚌Compre sua passagem de ÔNIBUS
✈️ PASSAGENS aéreas em promoção
🎡Ingressos, tickets, passeios e transfer - cupom: MARIUNIVERSAL.
🚑SEGURO VIAGEM - cotação com várias empresas.
🎫PASSEIOS E EXCURSÕES Get Your Guide
🎟️INGRESSOS PARA JOGOS, SHOWS E TEATRO - EUA

Instagram @maripelomundo.blog    Facebook Mari Pelo Mundo Dúvidas, solicitações e sugestões E-mail: [email protected]

Compartilhe esta página..
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Comente pelo Facebook

comentario(s)

Seguir Mari Christine:

Editora

Sou formada em Comunicação e Turismo. Adoro viajar pelo mundo ou através de filmes e livros. Não tenho problema de ir ao mesmo lugar milhões de vezes ou de não sair do hotel. Adoro planejar a próxima viagem!