Bed Bugs: O pior companheiro de viagem

Se você nunca ouviu falar em bed bugs grave bem este nome, leia na íntegra as dicas e ao final, compartilhe com seus amigos, pois eles também podem desconhecer esta praga.

Bed Bugs: O pior companheiro de viagem

Moredinha direto de Lisboa te conta o que é e como fugir dessa praga.

Eu demorei 35 anos para tomar conhecimento sobre o tema. Detalhe: da pior forma possível. O hotel que eu e minha família nos hospedamos em Amsterdam estava infectado, apesar da avaliação 8.2 do site que fizemos a reserva.

 

 

Acredite!

Escrevo, pois além de compartilhar minha experiência com vocês, quero alertá-los sobre como prevenir uma situação muito desagradável no meio da sua viagem. E, se por um acaso acontecer, calma. Eu também vou te ajudar, mas será no próximo post sobre este tema.

Os percevejos ganharam este apelido de “bed bugs” nos Estados Unidos e Canadá por ficarem escondidos nos colchões, especialmente nas fendas e costuras, cantinhos do estrado e lençóis. Não só isso, a noite enquanto nós dormimos, eles se alimentam do nosso sangue.

A picada não é sentida na hora, como a de um mosquito ou abelha, por exemplo. Os percevejos de cama soltam um anestésico através da saliva, que nós só percebemos  o incômodo da picada horas depois. Porque empola, arde e coça.

Estes insetos com cerca de 5 milímetros em fase adulta, de cor acastanhada e sem asas, podem viver até 6 meses sem se alimentar – picar alguém – e a fêmea tem um ciclo de reprodução de 10 dias. Ou seja, se não forem exterminados a tempo podem virar uma praga. Portanto, vamos as dicas!

Organizando a viagem:

  • independente da classificação do hotel, apartamento ou hostel no site de reservas online, leia todos os comentários. Especialmente, os comentários negativos. Ninguém mencionará “bed bugs” numa avaliação ótima, certo?
  • há sites que mapeiam registros de bed bugs em hotéis, hostels e alojamentos, chamado  bed bug registrer. Você digita o nome do estabelecimento e não só aparece a quantidade de casos, mas alguns depoimentos também. Infelizmente, não conseguimos garantir 100%, mas ajuda bastante.
  • caso haja um comentário sobre a tal praga, fuja. Independente da data do comentário. Depois do desespero que passamos em casa com esses parasitas, eu e minha família resolvemos ler todos os comentários negativos sobre o hotel de Amsterdan que ficamos e pronto! Fotos e mais fotos de outros viajantes picados.
  • lugares com carpetes tem mais probabilidade de acúmulo e proliferação dos insetos.
  • malas rígidas ou semi-rígidas, de preferência as malas sem zíper, são mais indicadas porque como os bed bugs não tem asas, quanto menos tecido tiver na mala, maior será a dificuldade dele para subir e se esconder.
  • Ao fazer a mala, proteja suas roupas com os sacos organizadores, não precisa ser a vácuo. Eu entendo que nem sempre são práticos…. Mas caso o seu quarto esteja infectado, você não precisará levar toda a sua roupa para a lavanderia durante a viagem.

 

Na hospedagem

A recomendação principal e de todos os sites ao chegar na hospedagem e que abordam o tema é: desfaça a cama, use a lanterna do seu celular e olhe com cuidado o colchão, especialmente entre as costuras, o travesseiro, embaixo dos lençóis, o estrado da cama, abajures e mesas de cabeceira.

Mas quem vai fazer isso?

Até eu que fiquei traumatizada com essa peste não faço!

Afinal, não há nada mais gostoso que chegar no quarto de hotel e apreciar aquela cama que você passa o ano inteiro tentando reproduzir a arrumação, sem sucesso.

Então, pesquise MUITO sobre o seu hotel e assim que chegar na hospedagem, fique esperto!

Algumas dicas práticas:

  • As duas primeiras noites no quarto definirão a sua estadia no local.
  • Não desfaça a mala neste período. Nada de colocar suas roupas nos armários ou gavetas da hospedagem até completar o período de 48h, sem picadas.
  • Mantenha sempre sua mala em locais suspensos. Seja sobre o suporte para bagagem que geralmente há nos quartos ou sobre uma mesa.
  • Nunca mantenha sua mala aberta no chão do quarto. Se o quarto estiver infectado os bed bugs podem se alojar em sua mala.
  • Não deixe suas roupas no chão do quarto, especialmente em lugares com carpete.
  • Mantenha todas as suas roupas dentro da mala fechada, de preferência, dentro dos sacos organizadores fechados, até completar o período de 48h;
  • somente após completar este período crítico sem picadas, que me sinto segura para esvaziar a minha mala. 😉

 

Seguindo estas dicas, a probabilidade de você vivenciar a desagradável experiência que vivi em Amsterdã com minha família diminui bastante.

No próximo post contarei o que fazer e como exterminar essa praga para que ela não embarque contigo de volta pra casa.

 

Lu Moreda

Formada em Economia na UERJ e Cinema, na London Film Academy, atualmente a snapper brazuca vive em Lisboa e é empreendedora. Sócia-proprietária da Personal Anfitriã, Moredinha produz roteiros personalizados e destination wedding em Portugal.

Instagram  @lu_moreda

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe esta página..
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Comente pelo Facebook

comentario(s)

Seguir Mari pelo Mundo:
As colaboradoras e as Friends Connection de Mari Pelo Mundo compartilham o olhar e as experiências, contribuindo com o planejamento de viagens de pessoas que adoram se jogar nesse mundo.