Giverny de Claude Monet: Além da pintura e da jardinagem, eu não sou bom em nada!

En dehors de la peinture et du jardinage, je ne suis bon à rien!  Também… não precisa querer tudo!  Minhas plantinhas nunca deram flores (aquelas que sobreviveram) e meus quadros, nunca ninguem quis comprar.     Sendo assim, Monet devia se dar por satisfeito, pois fez um trabalho extraordinário!

Monet
Monet

Monet mudou-se para Giverny em 1883.  Uma pequena cidade a 75 km de Paris .  Transformou o local abandonado em uma obra prima floral que se tornou inspiração para muitas de suas obras de arte.   Esta casa se tornou o centro da sua existência, mesmo em períodos de afastamento, até sua morte em 1926 ele nunca abandonou Giverny.   Importante: não confunda Monet com Manet

Fundação Claude Monet
Fundação Claude Monet
Foto: Mari

Hoje a casa transformou-se na Fundação Claude Monet (http://fondation-monet.com), aberta a visitação.  Os quadros são réplicas, mas os Jardins, o interior da casa, as flores e toda a beleza do lugar estão intactas.

Foundation Claude Monet Giverny
Foundation Claude Monet Giverny
Jardim de Claude Monet
Jardim de Claude Monet
Foto: Mari

Nem sempre a vida permite, mas este seria um passeio para diferentes estações, ou seja, ir e  ver a mudança das flores e da vegetação, independente de já conhecer a fundação. A casa e os jardins de Monet em Giverny abrem das 9h30 às 18h no início de abril até o final de outubro. Fecham no início de novembro ao fim de março.

Obra de Monet
Obra de Monet – Water Lilies (Series)

Oscar-Claude Monet foi o mais célebre entre os pintores impressionistas.  O termo impressionismo surgiu devido a um dos primeiros quadros de Monet, “Impressão, nascer do sol”, A expressão foi usada originalmente de forma pejorativa, mas Monet e seus colegas adotaram o título, sabendo da revolução que estavam iniciando na pintura. (Fonte: wiki)

Foto historica
Foto histórica
Foto: Divulgação (Site Fundação Claude Monet)

Com crianças

Giverny é sem dúvida um passeio para ir com as crianças.  Não é um parque de diversões, não pode mexer em nada.  Mas é uma experiência sensorial, visual e artística.  Elas podem escolher um cantinho, levar papel e lápis de cor e fazer seus próprios desenhos, inspiradas pela paisagem.  O trajeto de trem é curto.  Em Giverny há vários restaurantes e cafés onde se pode comer e descansar.  Leve carrinho de bebê (sim, não deixe de levá-lo)

LineaPara preparar bem as crianças, uma boa dica é ler Linéia no Jardim de Monet antes de ir.  Ou mesmo depois, senão der tempo.

O livro trata de uma história de amizade entre Linéia e o velho Seu Silvestre que gosta muito de cuidar de jardim. Ele também aprecia muito os quadros de Monet.

Autoras: Christina Bjork (texto) e Lena Anderson (ilustrações) Tradução: Ana Maria Machado

 

 

Giverny Village

Giverny de Claude Monet tem cerca de 300 habitantes, na sua maioria agricultores e algumas famílias de classe média. Há ainda uma fazenda em funcionamento. Durante trinta anos, uma centena de artistas foram a Giverny  mas conseguiram pouco contato com Monet, que os considerava uma presença incômoda. Mas a arte de cada um deles foi profundamente influenciada pelas técnicas impressionista.

Monet está sepultado no túmulo da família na parte de trás da igreja da vila “L’église Sainte Radegonde” .   Tendo tempo, aproveite para conhecer a cidade.

Uma cidade pequena e bastante agradável.   Consulte o site da Giverny Village http://www.giverny.fr/  para mais informações e lista de eventos.

Giverny
Giverny
Foto: Mari
Giverny
Giverny
Foto: Mari
Giverny
Giverny
Foto: Mari

Como chegar

  • Contrate uma excursão, sente e relaxe. O ônibus para na entrada da fundação, alguém já tem os tickets comprados e te acompanhará na visita guiada. Não precisa nem pensar.  Um pouco mais caro, mas há suas vantagens.
  • De carro. Consulte os mapas e use o GPS
  • Organize você mesmo o passeio, seguindo as dicas abaixo.

Eu fiz a excursão, saindo de Rouen, adorei. Quando for novamente, irei de trem, pois é bem fácil.

Não é difícil chegar se você já sabe como se locomover de trem pela França.   Vá até a estação Saint Lazaire. No guichê ou máquinas, compre bilhete até Vernon (Destino final Rouen) allee-retour – ida e volta. Vale a pena comprar no site da SNCF  http://www.voyages-sncf.com.

Observação sobre a estação Saint Lazaire, que é uma estação bem interessante. Foi renovada e há um mini shopping center com muitas lojas e cafés lá dentro.  Pelo site você consegue ver a programação de pequenos eventos e concertos que ocorrem dentro da Estação.

Continuando: Desça em Vernon e peque o Ônibus de turismo que já fica aguardando os passageiros que chegam de trem. Giverny fica a apenas 7 km de Vernon. O ônibus faz o trajeto em menos de dez minutos. A passagem do ônibus é vendida a bordo, pelo motorista (cerca de € 8 ida e volta, podendo haver alguma variação – data 2015)

Para entrar na Fundação, compre ingresso pelo site com antecedência pelo site (http://fondation-monet.com) ou fique na fila.

Jardim de Claude Monet
Jardim de Claude Monet
Foto: Mari
Jardim de Claude Monet
Jardim de Claude Monet
Foto: Mari

O jardim está dividido em duas partes: Clos Normand, jardim florido diante da residência; e jardim aquático japonês, do lado oposto.

Veja mais obras de Monet enquanto estiver em Paris

Enquanto estiver em Paris, para conhecer mais sobre Monet, visite Museu da Orangerie http://www.musee-orangerie.fr/, onde estão expostas as Nympheas, o conjunto de quadros que retratam o jardins de Monet. (Praça Concorde – Jardin des Tuileries).

Conheça também o Museu Marmottan Monet, instalado em um palacete que originalmente era um pavilhão de caça de Christophe Edmond Kellermann, Duque de Valmy. http://www.marmottan.fr/uk/

E para os mais aficionados, a Fundação também promove uma série de eventos http://fondation-monet.com/actualites/ Consulte o site.

Jardim de Claude Monet
Jardim de Claude Monet
Foto: Mari
Jardim de Claude Monet
Jardim de Claude Monet
Foto: Mari
Jardim de Claude Monet
Jardim de Claude Monet
Foto: Mari

As principais obras

1. “A Catedral de Rouen em Pleno Sol” (1894)

2. “Ninféias” (1916-26) – Da série de ninféias do fim da vida de Monet

3. “Regata em Argenteuil” (1872)

4. “Impressão, Sol Levante” (1872) De seu título saiu o nome do movimento.

5. “Casas do Parlamento, Londres ” (1905)

Catedral de Rouen
Catedral de Rouen

Compartilhe esta página..
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Comente pelo Facebook

comentario(s)

Seguir Mari Christine:

Editora

Sou formada em Comunicação e Turismo. Adoro viajar pelo mundo ou através de filmes e livros. Não tenho problema de ir ao mesmo lugar milhões de vezes ou de não sair do hotel. Adoro planejar a próxima viagem!