Giverny de Claude Monet: Além da pintura e da jardinagem, eu não sou bom em nada!

En dehors de la peinture et du jardinage, je ne suis bon à rien!  Também… não precisa querer tudo!  Minhas plantinhas nunca deram flores (aquelas que sobreviveram) e meus quadros, nunca ninguem quis comprar.     Sendo assim, Monet devia se dar por satisfeito, pois fez um trabalho extraordinário!

Monet
Monet

Monet mudou-se para Giverny em 1883.  Uma pequena cidade a 75 km de Paris .  Transformou o local abandonado em uma obra prima floral que se tornou inspiração para muitas de suas obras de arte.   Esta casa se tornou o centro da sua existência, mesmo em períodos de afastamento, até sua morte em 1926 ele nunca abandonou Giverny.   Importante: não confunda Monet com Manet

Fundação Claude Monet
Fundação Claude Monet
Foto: Mari

Hoje a casa transformou-se na Fundação Claude Monet (http://fondation-monet.com), aberta a visitação.  Os quadros são réplicas, mas os Jardins, o interior da casa, as flores e toda a beleza do lugar estão intactas.

Foundation Claude Monet Giverny
Foundation Claude Monet Giverny
Jardim de Claude Monet
Jardim de Claude Monet
Foto: Mari

Nem sempre a vida permite, mas este seria um passeio para diferentes estações, ou seja, ir e  ver a mudança das flores e da vegetação, independente de já conhecer a fundação. A casa e os jardins de Monet em Giverny abrem das 9h30 às 18h no início de abril até o final de outubro. Fecham no início de novembro ao fim de março.

Obra de Monet
Obra de Monet – Water Lilies (Series)

Oscar-Claude Monet foi o mais célebre entre os pintores impressionistas.  O termo impressionismo surgiu devido a um dos primeiros quadros de Monet, “Impressão, nascer do sol”, A expressão foi usada originalmente de forma pejorativa, mas Monet e seus colegas adotaram o título, sabendo da revolução que estavam iniciando na pintura. (Fonte: wiki)

Foto historica
Foto histórica
Foto: Divulgação (Site Fundação Claude Monet)

Com crianças

Giverny é sem dúvida um passeio para ir com as crianças.  Não é um parque de diversões, não pode mexer em nada.  Mas é uma experiência sensorial, visual e artística.  Elas podem escolher um cantinho, levar papel e lápis de cor e fazer seus próprios desenhos, inspiradas pela paisagem.  O trajeto de trem é curto.  Em Giverny há vários restaurantes e cafés onde se pode comer e descansar.  Leve carrinho de bebê (sim, não deixe de levá-lo)

LineaPara preparar bem as crianças, uma boa dica é ler Linéia no Jardim de Monet antes de ir.  Ou mesmo depois, senão der tempo.

O livro trata de uma história de amizade entre Linéia e o velho Seu Silvestre que gosta muito de cuidar de jardim. Ele também aprecia muito os quadros de Monet.

Autoras: Christina Bjork (texto) e Lena Anderson (ilustrações) Tradução: Ana Maria Machado

 

 

Giverny Village

Giverny de Claude Monet tem cerca de 300 habitantes, na sua maioria agricultores e algumas famílias de classe média. Há ainda uma fazenda em funcionamento. Durante trinta anos, uma centena de artistas foram a Giverny  mas conseguiram pouco contato com Monet, que os considerava uma presença incômoda. Mas a arte de cada um deles foi profundamente influenciada pelas técnicas impressionista.

Monet está sepultado no túmulo da família na parte de trás da igreja da vila “L’église Sainte Radegonde” .   Tendo tempo, aproveite para conhecer a cidade.

Uma cidade pequena e bastante agradável.   Consulte o site da Giverny Village http://www.giverny.fr/  para mais informações e lista de eventos.

Giverny
Giverny
Foto: Mari
Giverny
Giverny
Foto: Mari
Giverny
Giverny
Foto: Mari

Como chegar

  • Contrate uma excursão, sente e relaxe. O ônibus para na entrada da fundação, alguém já tem os tickets comprados e te acompanhará na visita guiada. Não precisa nem pensar.  Um pouco mais caro, mas há suas vantagens.
  • De carro. Consulte os mapas e use o GPS
  • Organize você mesmo o passeio, seguindo as dicas abaixo.

Eu fiz a excursão, saindo de Rouen, adorei. Quando for novamente, irei de trem, pois é bem fácil.

Não é difícil chegar se você já sabe como se locomover de trem pela França.   Vá até a estação Saint Lazaire. No guichê ou máquinas, compre bilhete até Vernon (Destino final Rouen) allee-retour – ida e volta. Vale a pena comprar no site da SNCF  http://www.voyages-sncf.com.

Observação sobre a estação Saint Lazaire, que é uma estação bem interessante. Foi renovada e há um mini shopping center com muitas lojas e cafés lá dentro.  Pelo site você consegue ver a programação de pequenos eventos e concertos que ocorrem dentro da Estação.

Continuando: Desça em Vernon e peque o Ônibus de turismo que já fica aguardando os passageiros que chegam de trem. Giverny fica a apenas 7 km de Vernon. O ônibus faz o trajeto em menos de dez minutos. A passagem do ônibus é vendida a bordo, pelo motorista (cerca de € 8 ida e volta, podendo haver alguma variação – data 2015)

Para entrar na Fundação, compre ingresso pelo site com antecedência pelo site (http://fondation-monet.com) ou fique na fila.

Jardim de Claude Monet
Jardim de Claude Monet
Foto: Mari
Jardim de Claude Monet
Jardim de Claude Monet
Foto: Mari

O jardim está dividido em duas partes: Clos Normand, jardim florido diante da residência; e jardim aquático japonês, do lado oposto.

Veja mais obras de Monet enquanto estiver em Paris

Enquanto estiver em Paris, para conhecer mais sobre Monet, visite Museu da Orangerie http://www.musee-orangerie.fr/, onde estão expostas as Nympheas, o conjunto de quadros que retratam o jardins de Monet. (Praça Concorde – Jardin des Tuileries).

Conheça também o Museu Marmottan Monet, instalado em um palacete que originalmente era um pavilhão de caça de Christophe Edmond Kellermann, Duque de Valmy. http://www.marmottan.fr/uk/

E para os mais aficionados, a Fundação também promove uma série de eventos http://fondation-monet.com/actualites/ Consulte o site.

Jardim de Claude Monet
Jardim de Claude Monet
Foto: Mari
Jardim de Claude Monet
Jardim de Claude Monet
Foto: Mari
Jardim de Claude Monet
Jardim de Claude Monet
Foto: Mari

As principais obras

1. “A Catedral de Rouen em Pleno Sol” (1894)

2. “Ninféias” (1916-26) – Da série de ninféias do fim da vida de Monet

3. “Regata em Argenteuil” (1872)

4. “Impressão, Sol Levante” (1872) De seu título saiu o nome do movimento.

5. “Casas do Parlamento, Londres ” (1905)

Catedral de Rouen
Catedral de Rouen

Comente pelo Facebook

comentario(s)

Seguir Mari Christine:

Editora

Sou formada em Comunicação e Turismo. Adoro viajar pelo mundo ou através de filmes e livros. Não tenho problema de ir ao mesmo lugar milhões de vezes ou de não sair do hotel. Adoro planejar a próxima viagem!