A pequena grande Coruche em Santarém, Portugal

Direto da Redação de Mari pelo Mundo por Victor de Barros

Coruche é uma vila portuguesa no Distrito de Santarém. É sede de um dos maiores municípios de Portugal, com 1 115,72 km² de área mas apenas 19.944 habitantes.  Assim, é a nossa pequena grande vila do dia.

A Vila Coruche
A Vila Coruche

Esta charmosa vila de Portugal está localizada a aproximadamente 80,5 km de Lisboa (mapa). A primeira coisa que me chamou a atenção quando eu cheguei nesta vila foi a sua beleza natural.  A limpeza e a organização desta vila e os detalhes em azulejos por toda a cidade também se destacaram.

Os Azulejos e o Rio Sorraia

Azulejos
Azulejos

Como podem ver, muito bem cuidada esta vila, não é verdade? Quando eu estive a andar pela cidade, reparei como as casas são bastante tradicionais e muito bem conservadas. As ruas do centro da cidade estão totalmente preservadas!

Rio Sorraia
Rio Sorraia

Olha que lindo a Ribeira (à beira do rio) e o pessoal a pescar no domingo! Fixe (legal!) não é mesmo? Tudo muito bem cuidado e construído para que a população possa usufruir no seu dia-a-dia. A passarela construída é excelente para uma caminhada/corrida pela manha ou final da tarde.

Rio Sorraia
Rio Sorraia

Como podem ver, tudo muito bem cuidado. As placas das ruas todas em azulejo, são o que, para mim, tornou a cidade ainda mais charmosa.

Azulejos
Azulejos

A gastronomia Ribatejana

Bem…Vamos para a melhor parte! A gastronomia Ribatejana! Nem preciso dizer o quão deliciosas são.

Vou começar pelo jantar, que foi um espetáculo! Fui no restaurante chamado O Farnel (http://goo.gl/uNYp6m).

Restaurante O Farnel
Restaurante O Farnel

Uau! Muito lindo o ambiente cheio de fotos, peças antigas,… Adorei a decoração do local. Dos inúmeros pratos que tinha, dois me chamaram a atenção: a espetada de carne de porco com ananás na vara e os Nacos de vitela com Carqueja (isto mesmo, carqueja). Pedi a espetada!

Restaurante
Restaurante

Uma delícia! A carne muito bem temperada e suculenta! As batatas fritas sequinhas e crocantes e o arroz soltinho, soltinho. Tudo muito bom! De vez em quando o pessoal começava a bater palma e cantarolar. Eu não entendia nada mas, na segunda vez, percebi que tinha a ver com um “ritual” em que quando um integrante do grupo virava uma bebida, eles começavam a cantarolar. Olha só uma parte que gravei.

Tudo muito bom mesmo! A comida, o ambiente, o atendimento! Gostei imenso!! Tanto que não resisti e voltei para o almoço no outro dia.

Restaurante O FarnelRestaurante O Farnel

Fim do jantar, voltei para o Hotel. Que simpatia de hotel. Na verdade, chama-se Casa do Rio Sorraia. Muito aconchegante e delicioso! A decoração é impecável e o atendimento também! Recomendo fortemente!

Casa do Rio Sorraia
Casa do Rio Sorraia
Casa do Rio Sorraia
Casa do Rio Sorraia

No dia seguinte, depois de um café da manhã maravilhoso com doces, pães e geleias caseiras, aprendi um pouco sobre a região com a senhora do café (D. Lourdes) que gentilmente fez uns deliciosos ovos mexidos para mim. Ela me explicou que estamos na região do Ribatejo (acima do Rio Tejo) e não Alentejo (além do Rio Tejo) como eu tinha pensado que era :/

Café da Manhã
Café da Manhã

A Caminhada

Caminhei por uma média de 4,2 km e o melhor de tudo foi encontrar toda a ribeira preparada não só para caminhada mas também para os ciclistas e também para os que buscam fazer um passeio à cavalo! Não é máximo? Olha só que legal:

Caminhada
Caminhada
Percurso Pedestre do Cavalo e da Coruja
Percurso Pedestre do Cavalo e da Coruja
Caminhada
Caminhada

O Jantar foi tão bom que tive que repetir o mesmo restaurante só para experimentar os demais pratos. Desta vez escolhi os Nacos de vitela com Carqueja. Pensei comigo mesmo: aquela erva amarga vai estragar o prato…. engano meu! Uma delícia! Muito bem temperado e com sabor único! Quase não se sente o amargor, dando um toque diferente no prato!

gastronomia Ribatejana

gastronomia Ribatejana

Se já não bastasse a delícia do prato principal, o pão, as azeitonas e o prato de entrada, tive que escolher entre os inúmeros doces deliciosos que o senhor gentilmente colocou na mesa. Vocês imaginam nisto: eles colocaram todos os doces na minha frente na minha mesa…. a minha vontade era comer todos eles, rsrsrsr! Impossível resistir! Eu escolhi o baba de camelo que é um doce típico português que parece um mousse de caramelo. Eu particularmente acho muito parecido com o sabor do nosso doce de leite só que na versão em mousse. Divino! Não deixem de experimentar.

Sobremesa - Doces e mais doces
Sobremesa – Doces e mais doces
Café da tarde
Café da tarde
Café da tarde
Café da tarde

Bem…esta é minha experiência deste lugar fantástico que estive recentemente. Espero que tenham gostado!

Até a próxima!

Turismo e Esportes

Vocês vão encontrar muita informação para quem curte fazer turismo rural, praticar esportes radicais, andar de balão, e muito mais…

Para mais informações sobre Coruche, basta acessar o site deles (http://www.cm-coruche.pt/).

Como chegar em Coruche

Para horários dos expressos consulte http://www.rede-expressos.pt
Para horários dos regionais consulte http://www.ribatejana.pt
Terminal Rodoviàrio de Coruche – Ribatejana
De carro de Lisboa (78Km)
Entre na Ponte Vasco da Gama (IP1) em direção a Sul;
Saia em direção a Porto Alto/Alcochete (IC 3);
Continue em direção a Porto Alto (IC 3);
Travessia de Campo de Tiro de Alcochete;
Siga à direita em direção a Coruche (N119);
Na rotunda, saia na segunda saída em direção a Coruche;
Travessia de Foros de Almada (N119);
Na rotunda, saia na terceira saída em direção a Coruche (N114)





Onde ficar em Coruche

Casa do Rio Sorraia
Rua de Salvaterra de Magos, n.º 46
Telefone: 243 611 110
Email: [email protected]
Facebook: www.facebook.com/casadoriosorraia?fref=ts
Coordenadas GPS: 38°57’21.5″N 8°31’53.1″W

O que fazer em Coruche

Além da Vila, da Caminhada e da Gastronomia, há também:
Museu Municipal
Rua Júlio Maria de Sousa
Site: http://www.museu-coruche.org

Observatório do Sobreiro e da Cortiça
Zona Industrial Monte da Barca

Açude da Agolada
http://www.natureinaction.com/acude.html

 

 

Victor Barros

Sou um apaixonado pela vida! Adoro viajar e conhecer lugares novos…desde que eu possa visitar inúmeros restaurantes típicos da região! Não perco nunca a oportunidade de fazer ou rever meus amigos e familiares.

Compartilhe esta página..
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Comente pelo Facebook

comentario(s)

Seguir Victor Barros:
Sou um apaixonado pela vida! Adoro viajar e conhecer lugares novos…desde que eu possa visitar inúmeros restaurantes típicos da região! Não perco nunca a oportunidade de fazer ou rever meus amigos e familiares. Apesar de ter saído de casa bem jovem, por onde passo, busco sempre fazer amigos, amigos estes para a toda a vida! Eu no Twitter e Instagram @vfabarros ou no Facebook ou Google +VictorBarros