10 Lugares imperdíveis em São Paulo

postado em: Américas, Destinos 0

São Paulo é uma cidade fascinante. Tem cultura e lazer para todas as idades e para todos os gostos. Maior cidade da América Latina, uma das maiores do mundo. Amada por todos os paulistanos, afinal aqui encontramos de tudo. Odiada por muitos paulistanos, afinal o trânsito por aqui é caótico, o transporte publico muito cheio, a locomoção pela cidade é um problema, a desigualdade social entristece, a poluição adoece.

Mas São Paulo é um lugar maravilhoso, significa oportunidade de trabalho para muitos, para quem vem de outros lugares e para quem nasceu por aqui. Oportunidade de estudo, de cultura, de diversidade, informação e formação. Agito, correria, caos, é a cara da cidade, mas também tem muita calma e sossego.

10 Lugares imperdíveis em São Paulo

Ainda existem muitos lugares em São Paulo que eu nem conheço mesmo tendo nascido e crescido por aqui. Alguns que talvez nem vá conhecer, mas tem muitos outros que adoro de paixão. E esse post é sobre eles!

Avenida Paulista

A mais paulista das avenidas! Aqui tem o MASP, Museu de Arte de São Paulo, tem o conjunto Nacional com seus cinemas e a livraria Cultura.

2-masp-na-avenida-paulista-copy

Tem restaurantes, faculdade, hospitais, construções históricas, construções modernas. Tem o parque Trianon que é um pedaço da mata Atlântica no coração da cidade. Tem shopping e tem camelô. Tem transito, transporte publico, metrô. Mas o que eu gosto mesmo é de andar a pé por aqui! Experimente. Não tem como não gostar.

Parque Villa Lobos e Parque Candido Portinari

Um ao lado do outro, na zona oeste da cidade. Os parques Villa Lobos e Candido Portinari ficam lotados aos domingos de sol. É a praia da cidade. Com lugar para andar de bicicleta, fazer caminhada, jogar bola, andar de patins e skate, parquinhos para divertir a garotada. Quiosques para piquenique.

4-parque-villa-lobos-copy 5-parque-candido-portinari-2-copy

Eu adoro poder ir sábado pela manhã, bem menos movimentado, ou numa tarde durante a semana.

Parque do Ibirapuera

O parque do Ibirapuera é o nosso Central Park. Movimentado durante todos os dias da semana às vezes até tarde da noite. Não tem paulistano que não goste de frequentar o Ibirapuera. Além das pistas de skate, patinação, bicicleta, caminhada, o parque tem lindas áreas verdes para relaxar, o lago, parquinho para as crianças. E não é só. Tem a OCA com suas exposições. O MAM, nosso Museu de Arte Moderna, O Pavilhão Japonês, o prédio da Fundação Bienal, o Museu Afro Brasileiro, o Planetário do Ibirapuera, a Praça da Paz.

7-monumento-as-bandeiras-copy

E ainda têm bem pertinho monumentos que são marcos da história de São Paulo, o Obelisco e o Monumento as Bandeiras.

Pinacoteca do Estado

Quem nunca visitou a Pinacoteca do Estado está perdendo um passeio maravilhoso. Situada bem no centro da cidade, próxima a estação da Luz do metrô. Fundada em 1905, a Pinacoteca ocupa o antigo edifício do Liceu de Artes e Ofícios, projetado no final do século XIX pelo escritório do arquiteto Ramos de Azevedo. No final da década de 1990 sofreu uma ampla reforma com projeto do arquiteto Paulo Mendes da Rocha.

Pinacoteca do Estado
Pinacoteca do Estado

É o museu de arte mais antigo da cidade e seu acervo conta hoje com mais de onze mil obras de artes visuais com ênfase na produção brasileira do século XIX até a contemporaneidade.

Parque da Independência e Museu do Ipiranga

O Parque da Independência no Ipiranga é um marco histórico nacional. Foi aqui que na Colina do Ipiranga, junto ao Riacho do Ipiranga, D. Pedro I declarou o país independente de Portugal em 1822.

O parque tem praça para eventos, pista de corrida, playground, o Museu Paulista, mais conhecido como Museu do Ipiranga, o Monumento da Independência e Cripta Imperial, a Casa do Grito (SMC), além de lindos jardins para caminhar e apreciar.

11-parque-da-indenpendencia-copy

Infelizmente o Museu do Ipiranga está fechado para reformas desde 2013, com previsão de abertura somente em 2022.

Eu tive a oportunidade de conhecê-lo por dentro, e é realmente passeio que vale a pena. Por enquanto, durante as obras, já vale apreciar sua belíssima arquitetura inspirada na de um palácio renascentista, muito rico em  decorações. O Museu foi inaugurado em 1895 e o projeto é do engenheiro e arquiteto italiano Tommaso Gaudenzio Bezzi.

Jardim Botânico

O Jardim Botânico em São Paulo é mais dos lugares da cidade para relaxar, descansar, fugir da agitação e correria, e ficar perto da natureza. Nem parece que você está em São Paulo. Essa é a primeira impressão de quem visita o jardim botânico.

Inaugurado em 1938, o Jardim Botânico fica na zona sul da cidade no bairro da Água Funda. O lugar abriga várias espécies vegetais e conta com duas estufas – que se tornaram a marca do Jardim Botânico.

13-jardim-botanico-copy

Aqui estão também o Instituto de Botânica e o Museu Botânico, o Jardim de Lineu, o portão histórico de 1894, e o marco das nascentes do riacho Ipiranga.

Pinheiros

O bairro de Pinheiros na zona oeste da capital é um dos meus preferidos. E tem muitos lugares no bairro para conhecer. A livraria FNAC, os bares e restaurantes, a Praça Benedito Calixto com sua feira de antiguidades aos domingos, o instituto Tomie Ohtake que sempre nos traz excelentes exposições e eventos. O Beco do Batman, local famoso por sua arte de rua. A Rua Teodoro Sampaio com suas lojas de móveis e suas lojas de instrumentos musicais.

Instituto Tomie Ohtake

O bairro é arborizado, alegre, divertido. E tem muito do que São Paulo tem de melhor.

Teatro Municipal

O Teatro Municipal de São Paulo é um dos mais importantes teatros da cidade e é também cartão postal de São Paulo. Seu estilo arquitetônico semelhante ao dos mais importantes teatros do mundo é inspirado na Ópera de Paris . Sua importância histórica vem com a realização da Semana de Arte Moderna de 1922, marco inicial do Modernismo no Brasil.

15-teatro-municipal-2-copy

Construído em 1911 com projeto de Ramos de Azevedo o teatro é Patrimônio Histórico do estado.

Assistir um espetáculo aqui é um dos pontos altos de morar em São Paulo, ou de visitar a cidade. Mas somente poder tomar um café da tarde e visitar as instalações do teatro já é um programa que deve entrar na lista de lugares a conhecer de todo paulistano e visitante.

Praça Benedito Calixto

A Praça Benedito Calixto situada entre a Rua Cardeal Arcoverde e a Rua Teodoro Sampaio, no bairro de Jardim Paulista, distrito de Pinheiros. A praça é uma homenagem ao pintor Benedito Calixto e todo sábado desde 1987 é palco para a Feira da Praça que já se tornou ponto de referencia cultural da cidade e faz parte dos pontos turisticos e de lazer.

Entre 9:00 e 19:00 horas a praça recebe cerca de  320 expositores, com artesanato variado, obras de arte e antiguidades, além da praça de alimentação.

14-praca-benedito-calixto-copy

Tudo muito colorido, alegre, cheio de vida. Mais uma vez a cara da cidade de São Paulo.

Instituto Butantã

O Instituto do Butantã localizado na zona oeste da cidade é um centro de pesquisa biomédica responsável pela produção de grande parte de soros.

Fundado em 1901 o Instituto é também um ponto turístico da cidade, que conta com um parque e quatro Museus, o Biológico, o Histórico, o de Microbiologia e o Museu de Saúde Pública Emílio Ribas. Tem ainda uma ampla biblioteca e o serpentário.

Um lugar para levar as crianças para um passeio que desperta a curiosidade e atenção dos pequenos. Numa tarde de sol é perfeito para um piquenique.

Instituto Butantã
Instituto Butantã

Quer saber mais sobre os lugares que a gente gosta em São Paulo? Pergunte, e veja também outros posts com sugestões de passeios e roteiros pelos bairros e ruas da capital.

E qual é o seu lugar preferido na cidade que não descansa?

 

Compartilhe esta página..
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Comente pelo Facebook

comentario(s)

Seguir Andrea:
Sou publicitária e amo viajar. Um grande objetivo: conhecer ao menos um lugar novo a cada ano. Trago aqui dicas e experiências que tive com essas viagens ao longo do tempo. Alguns lugares agora até se repetem, mas com a diferença de viajar na companhia do filhote pequeno.